Reunião delegados.jpg

No início do ano letivo, foi efetuada uma Assembleia de Delegados dos 2.º e 3.º ciclos. O objetivo foi divulgar os projetos em curso na escola, conhecer os problemas identificados pelas turmas e as propostas de solução a fim de, posteriormente,  se definir um plano de ação.

Entre os problemas indicados pelos alunos, destacaram-se os de índole ambiental nomeadamente os que se prendem com a produção e destino dos resíduos e a necessidade de criar e manter áreas verdes, na escola e fora dela.

A criação de floreiras para atrair insetos polinizadores, a proliferação e manutenção de hortas e a germinação de sementes de árvores com vista à reflorestação, foram definidas como algumas das atividades a dinamizar no presente ano letivo.

Em fevereiro, em nome de um grupo de colegas, o aluno Luís Machado, submeteu ao Orçamento Participativo das Escolas (OPE) a proposta “Hortas em ação” com o objetivo de angariar fundos para a aquisição de materiais necessários ao desenvolvimento de trabalho nas hortas.

Em maio, elementos do projeto Caravana Agroecológica – Faculdade de Ciências – Universidade de Lisboa realizaram um  programa de rádio online sobre as hortas escolares, tendo o Quintal da Jacques sido o mote da conversa. Como surgiu o projeto na escola, aspetos positivos, potencial e restrições foram aspetos abordados durante o programa.